Marketing X Automobilismo

Marketing X Automobilismo

Um fim de semana com uma rotina diferente em cada cidade por onde passa. Milhares de pessoas acompanhando de perto os acontecimentos, sendo (inconscientemente) submetidos à exposição de diversas marcas.

Essa é uma visão do automobilismo que fica além da tradicional “homem e máquina contra o relógio”. Uma visão que nem sempre é explorada em todo o seu potencial, principalmente pelas pequenas equipes e categorias de base.

A competição, em geral, é sustentada por patrocinadores. Esses, por sua vez, esperam apresentar novas idéias / produtos, estreitar o relacionamento com o público consumidor ou, simplesmente, promover suas marcas.

Mas quantas vezes, nós pilotos, já ouvimos de um possível patrocinador, que automobilismo não dá retorno? Eu já ouvi várias… Mas isso acontece por uma falha da nossa própria classe.

Ao fechar com um patrocinador, não basta assinar um contrato e estampar a logomarca da empresa na lateral do carro. Um patrocinador espera o tão falado Retorno de Mídia Espontânea – que nada mais é do que a exposição da marca na mídia de massa através da equipe patrocinada.

Esse retorno pode vir com o resultado obtido em uma competição, uma reportagem sobre determinado assunto onde a equipe está inserida ou algum tipo de ação promocional. A falta de um trabalho adequado pode “queimar” um patrocinador, fazendo com que este não tenha mais interesse em investir no esporte.

Mas o retorno de mídia não vem sozinho. É claro que bons resultados dentro das competições ajudam, mas é necessário um trabalho de marketing, que começa antes mesmo da primeira etapa do campeonato.

Nos próximos artigos vamos abordar alguns tópicos do que pode ser feito para melhorar o posicionamento de uma equipe de competição e gerar mais visibilidade para os patrocinadores.

Deixe uma resposta