Rally da Integração marca o retorno do rally

Rally da Integração marca o retorno do rally

Corrida neste final de semana marcou o retorno do Campeonato Brasileiro de Rally em meio a protocolos de prevenção a pandemia.

Terminou neste domingo, 4, o Rally Integração, corrida que marcou a retomada do rali de velocidade no Brasil, após a paralisação das competições, ainda em março devido a pandemia do Covid-19. Mesmo assim, uma série de exigências foi imposta pelos protocolos sanitários, possibilitando a realização do evento, que teve como sede a cidade de Erechim, mas também passou por Severiano de Almeida e Viadutos, todas cidades no norte do RS.

Equipes reduzidas, sem público nas especiais, hotel exclusivo para competidores entre outras exigências, foram diferenciais da prova do final de semana. “Muito obrigado a todos vocês (equipes e competidores), de coração”, foi o sentimento de Vinicius Anziliero, um dos organizadores do evento, ao final da prova, neste domingo que contou com o trabalh conjunto de seis clubes de automobilismo do Rio Grande do Sul (Erechim, Estação, Severiano de Almeida, Panambi e Porto Alegre). “Nossa maior preocupação era com o público, que neste momento não poderia se fazer presente, mas o torcedor comprou nossa ideia e nos ajudou a fazer um grande evento”, frisou o presidente do Automóvel Clube de Estação, Leandro Rosa.

O evento foi realizado em dois dias. No sábado, valendo para segunda etapa do Brasileiro, quatro especiais em Viadutos e outras duas em Erechim. No domingo, terceira etapa, mais quatro trechos, desta vez em Severiano de Almeida. Debaixo de muito calor e poeira, os irmão Juliano e Rafael Sartori, de Erechim, levaram a melhor e venceram as duas etapas na categoria Rally 2 (4×4). Entre os carros de tração 4×2, melhor tempo de sábado ficou com Elton Palkewich e Cassio Navarini, também de Erechim, e domingo Fernando Solimann e Francli Fusinato ficaram o lugar mais alto do podio.

Os irmãos Leo Zettel / Fred Zettel não participaram da prova. “Devido a pandemia nossos contratos foram suspensos e ainda não foi possível reativá-los”, conta Zettel. “Estamos trabalhando para por o XRC de volta às provas ainda em 2020, mas o foco principal do trabalho já é para a próxima temporada”, completa o piloto.

Resultado Rally da Integração

2ª etapa – 03/10 – Sábado

  1. Juliano Sartori / Rafael Sartori – VW Polo Maxi – 0:31:57,1
  2. Claudio Rossi / Eduardo Tonial – Mitsubishi Lancer EVO X – 0:32:28,9
  3. Alexandre Figueredo / Vinicius Zavieruka – Citroen DS3 – 0:32:51,0
  4. Elton Palkevich / Cassio Navarini – Fiat Palio – 0:34:39,07
  5. Andre Krueger / Lucivane Balena – Peugeot 207 – 0:34:47,2

3ª etapa – 04/10 – Domingo

  1. Juliano Sartori / Rafael Sartori – VW Polo Maxi – 0:48:16,8
  2. Claudio Rossi / Eduardo Tonial – Mitsubishi Lancer EVO X – 0:48:33,1
  3. Fernando Solimann / Francli Fusinato – Peugeot 207 – 0:53:52,1
  4. Tiago Klimaczewski / Felipe Klimczewski – Fiat Palio – 0:55:36,8
  5. Julio Romi / Murilo Spironelo – Mitsubishi Lancer EVO VIII – 0:55:49,0

As 4ª e 5ª etapas estão marcadas para os dias 24 e 25 de outubro, em Rio Negrinho / SC.